25.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -
InícioNotíciasDistrito FederalPlante e tenha em casa um ipê para chamar de seu

Plante e tenha em casa um ipê para chamar de seu

- PUBLICIDADE -

Começou a floração dos ipês no Distrito Federal. Isso significa que, até outubro, o roxo, o amarelo, o rosa e o branco vão se alternar pela cidade, enchendo os olhos de todo mundo, desde as crianças até os mais velhos, porque é impossível não se emocionar com os buquês de flores. Atualmente, Brasília tem cinco milhões de árvores, das quais 230 mil são ipês. E a cidade vai ganhar mais dessas espécies conhecidas pela beleza de seu colorido.

Brasília tem atualmente 230 mil pés de ipê, e a Novacap vai plantar mais 40 mil a partir de outubro, distribuindo-os pelas diversas regiões administrativas | Fotos: Tony Oliveira/Agência Brasília

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) vai fazer o plantio de 100 mil árvores, de 100 espécies, nas 32 regiões administrativas do DF. Desse total, 40 mil serão ipês. O plantio será entre outubro deste ano e o final de março de 2022, que coincide com o próximo período de chuvas na capital.

Ipê no quintal

Todo mundo pode sonhar em ter um ipê para chamar de seu. Para que isso não seja um delírio, no entanto, é preciso, necessariamente, um quintal. Por maior que seja o espaço, é importante ter em mente que um ipê pode chegar a até 14 metros de altura. Já o tronco chega a alcançar de 30 a 50 cm.

Para plantar um ipê em casa, o interessado vai ter que comprar (ou ganhar) a muda. O Viveiro II da Novacap tem capacidade para a produção de 300 mil mudas de árvores nativas do cerrado, como ipês, sucupiras, copaíbas, aroeiras e quaresmeiras.

Na hora de comprar um ipê, o interessado deve escolher uma muda de 1,50 m de altura, no mínimo, medida considerada padrão para garantir a boa qualidade da árvore. Essa muda também já deve ter passado pelo processo de aclimatização para o campo – caso contrário, corre o risco de não se desenvolver.

Os ipês devem ser plantados com um o distanciamento mínimo de oito metros de qualquer edificação, para evitar futuros transtornos com redes de águas pluviais ou de eletricidade, entre outros

Plantando ipês

De acordo com o chefe do Departamento de Parques e Jardins (DPJ) da Novacap, Raimundo Silva, que orienta sobre as boas práticas com relação ao plantio de ipês, é preciso preparar o berço, medindo pelo menos 80 cm x 80 cm, a exemplo do que é feito para o plantio de qualquer árvore.

As mudas são plantadas no período de chuvas no DF, de outubro a março. Em abril, estão preparadas para enfrentar a seca

No espaço, deve-se colocar uma mistura homogênea com 200 gramas de calcário, 200 gramas de NPK (fertilizante feito com nitrogênio, fósforo e potássio) e cinco litros de composto orgânico. Essa mistura corrige o solo do cerrado, que é pobre em nutrientes, e permite o preparo e o plantio das mudas.

“É importante também que as pessoas observem o distanciamento mínimo de oito metros de qualquer edificação”, alerta o chefe do DPJ da Novacap. A medida evita futuros transtornos com redes de águas pluviais ou de eletricidade, entre outros.

Se o interessado observar o padrão de plantio de árvores feito nas áreas públicas pela Novacap, vai constatar que as mudas se desenvolvem de acordo com o fluxo da natureza.

As floradas começam com os ipês-roxos, entre maio e agosto. Em seguida, é a vez dos amarelos, brancos e rosa, respectivamente

As mudas são plantadas no período de chuvas no DF, que vai de outubro a março. Observado esse padrão, não é necessário se preocupar em molhar constantemente as mudas. Em abril, elas já estão preparadas para enfrentar o período da seca. Naturalmente, nem árvore do cerrado dispensa água.

O plantio de ipês pode ser feito em qualquer período do ano, e as podas estão dispensadas. “As intervenções devem ser mínimas. Evite qualquer interferência pessoal, como a poda, que só deve ser feita quando tem um galho que dobra por algum motivo. E combata sempre as pragas e doenças”, recomenda Raimundo Oliveira Silva.

Floração

Existem mais de 30 tipos de ipês, segundo a literatura sobre o tema. No DF, se destacam os roxos, amarelos, brancos e rosa. “Esses ipês, com essas colorações, têm uma florescência de maior expressividade e um volume maior de floração”, explica o chefe do DPJ.

As floradas, por sinal, começam com os ipês-roxos, entre os meses de maio e agosto. Em seguida, é a vez dos amarelos, rosa e brancos, respectivamente. A floração de maior duração é a dos ipês-roxos e amarelos, que podem durar até 30 dias. Já o ipê-branco tem a florada mais rápida, de um a cinco dias.

Ipê Roxo

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -
Nos siga no Google Notícias

COMENTÁRIOS

[wce_code id=2]
DF NA MÍDIAhttps://dfnamidia.com.br
Informações, jornalismo e entretenimento sobre o Distrito Federal e Entorno.
- PUBLICIDADE -

Redes Sociais

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -
x