10.6 C
Distrito Federal
InícioNotíciasDistrito FederalPartidos definem chapas para concorrerem ao Buriti e ao Senado. Veja

Partidos definem chapas para concorrerem ao Buriti e ao Senado. Veja

Oito grupos anunciaram chapas para o governo e vice-governo do DF e ao Senado. Trocas internas podem ocorrer até segunda-feira (8/8)

Na última sexta-feira (5/8), terminou o prazo para que os partidos políticos realizem convenções partidárias e anunciem as chapas que vão disputar as eleições de 2022. No Distrito Federal, oito grupos anunciaram nomes que vão concorrer ao governo local e às cadeiras no Congresso Nacional.

Até o fim de segunda-feira (8/8), os partidos podem fazer trocas de indicações entre os nomes que já foram apontados nas atas de convenção. Caso a ata esteja em aberto junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), novos nomes podem ser incluídos.

O atual governador Ibaneis Rocha (MDB) concorre à reeleição e montou chapa com a deputada federal Celina Leão (PP) como vice e Flávia Arruda (PL) como candidata ao Senado.

O Partido Socialismo e Liberdade (PSol) e o Rede escolheram Keka Bagno para encabeçar a chapa ao governo do DF. Toni de Castro será candidato à vice e o ambientalista e dirigente nacional da Rede, Pedro Ivo, é a opção para senador.

Outra federação a definir a chapa foi a composta por PT-PV-PCdoB. O distrital Leandro Grass vai concorrer ao cargo de governador do DF; terá Olgamir Amancia como vice e Rosilene Correa como candidata ao Senado. Grupo dará palanque ao presidenciável Luiz Inácio “Lula” da Sila, do PT.

A federação PSDB/Cidadania, oficialmente, escolheu o senador Izalci Lucas (PSDB) para ser o nome indicado para concorrer ao GDF. Apesar disso, a deputada Paula Belmonte (Cidadania) afirma que continua na disputa ao Buriti.

Veja todas as chapas:

Outros prazos

Legendas, federações e coligações têm até 15 de agosto para solicitar o registro de candidatura dos escolhidos. Os pedidos de registro aos cargos de presidente e vice-presidente devem ser julgados pelo TSE até 12 de setembro.

A data final para que o Tribunal publique tabela com a representatividade do Congresso Nacional é 12 de agosto. A publicação servirá para a definição da divisão do tempo de propaganda eleitoral gratuito no rádio, na televisão e também dos debates entre candidatas e candidatos. A realização de comícios, distribuição de material gráfico, caminhadas ou propagandas na internet passa a ser permitida a partir de 16 de agosto.

Nos siga no Google Notícias

COMENTÁRIOS

DF NA MÍDIA
DF NA MÍDIAhttps://dfnamidia.com.br
Informações, jornalismo e entretenimento sobre o Distrito Federal e Entorno.

Redes Sociais

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Últimas Notícias

Continue Lendo