29.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -
InícioNotíciasDistrito FederalNúmero de homicídios segue em redução histórica

Número de homicídios segue em redução histórica

- PUBLICIDADE -

37,5% Índice de redução do número de vítimas de crimes violentos, superando marcas históricas

O conjunto de políticas adotadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) dentro do programa DF Mais Seguro faz com que o Distrito Federal supere, no acumulado do ano, os recordes históricos de 2019 e 2020, quando foi registrada a menor taxa de homicídios dos últimos 39 e 41 anos, respectivamente. Balanço realizado pela secretaria mostra que, em novembro, o número de vítimas dos crimes violentos letais intencionais (CVLIs) – que englobam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte – foram os menores dos últimos 22 anos no comparativo com esse mês: a redução foi de 37,5%, de 32 vítimas em novembro de 2020 para 20 no mesmo mês deste ano.

O número de vítimas de homicídio em novembro é o menor desde 2000, quando foram registrados 39 casos, 20 a mais que no mês passado, com 19. No mesmo mês de 2021 foram 30 casos, o que representa queda de 36,6% em relação a novembro deste ano. Em três meses consecutivos – setembro, outubro e novembro –, o DF também registrou os menores números de vítimas de CVLIs dos últimos 22 anos.

No acumulado do ano, janeiro a novembro, a redução desse índice é de 17,2%, de 378 para 313 vítimas, o que representa 65 vidas poupadas no período. Em relação aos homicídios, a redução nos onze 11 deste ano é de 16,7%, de 347 para 289 casos. “O alto percentual de resolução de crimes, o enfrentamento ao tráfico de drogas e ao porte ilegal de armas, além do tempo resposta do Corpo de Bombeiros no atendimento às vítimas vêm sendo muito importantes nesse processo”, afirma o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo.

Redução histórica

Ano passado, de acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), o DF teve a maior queda de homicídios em valores percentuais do país: -13,4%, comparado com o ano anterior, 2019.

No primeiro trimestre deste ano, conforme o Monitor da Violência – FBSP, USP e Portal G1, o DF figurou como a unidade da Federação com a maior redução de CVLIs do Brasil. De acordo com o estudo, a redução chegou a 37%. Em setembro deste ano, segundo dados divulgados em 18 de outubro, o DF atingiu a menor taxa de homicídios do Brasil, com 0,60 casos por 100 mil habitantes, empatando com São Paulo e Santa Catarina.

“Em 2020, tivemos a menor taxa de homicídios dos últimos 41 anos e nos tornamos a unidade da Federação com maior percentual de redução desses casos no Brasil”, reforça o titular da SSP. “Com o retorno progressivo das atividades sociais, estamos ajustando nosso trabalho para melhorar ainda mais os números do ano passado; e, se a tendência de queda se mantiver em dezembro, o DF caminha para o ano mais seguro de sua história em 42 anos, desde que os números de homicídios passaram a ser disponibilizados, em 1980.”

Crimes contra o patrimônio

Dos seis crimes contra o patrimônio (CCPs), monitorados de forma prioritária pela SSP, cinco marcaram queda nos primeiros 11 meses de 2021. O roubo em transporte coletivo tem a maior redução, de 34,4%, de 864 para 567 ocorrências. No roubo a transeunte, houve 15,4% de redução.

Os roubos a residência, de veículo e em comércio caíram 2,1%, 6,6 e 0,6%, respectivamente. O furto em veículo registrou alta de 1% no período. A queda nesses crimes representa quase 3,2 mil roubos e furtos a menos no DF. São crimes monitorados semanalmente pela SSP.

Mulher mais Segura

Lançado em março, o programa Mulher mais Segura reúne medidas, iniciativas e ações de enfrentamento aos crimes de gênero e fortalecimento de mecanismos de proteção a esse público. O programa garante ainda maior sincronia entre as medidas e, consequentemente, mais eficiência nas ações integradas que reúnem Diretoria de Monitoramento de Pessoas Protegidas (DMPP), aplicativo Viva Flor, Aliança Distrital – Instituições Religiosas no enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar, Maria da Penha On-Line, Provid e delegacias especiais de atendimento à mulher (Deams).

DF Mais Seguro

O programa reúne projetos e ações de segurança pública voltados à prevenção e enfrentamento da criminalidade e atendimento à população. A iniciativa pautará a aplicação ainda mais adequada das políticas de segurança até o fim de 2022.

Entre os projetos e ações empreendidos, estão a modernização e ampliação do videomonitoramento, a Cidade da Segurança Pública, a Área de Segurança Prioritária, o Mulher Mais Segura, a melhoria no atendimento dos canais de emergência, a operação Quinto Mandamento, o sistema de recompensas e a operação DF Livre de Carcaças.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

Fonte: Agência Brasília

- PUBLICIDADE -
Nos siga no Google Notícias

COMENTÁRIOS

DF NA MÍDIAhttps://dfnamidia.com.br
Informações, jornalismo e entretenimento sobre o Distrito Federal e Entorno.
- PUBLICIDADE -

Redes Sociais

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -
x