29.6 C
Distrito Federal
- PUBLICIDADE -
InícioBrasilMaranhãoGoverno mobiliza população para a dose de reforço contra a Covid-19

Governo mobiliza população para a dose de reforço contra a Covid-19

- PUBLICIDADE -

Dose de reforço deve ser preferencialmente a Pfizer (Foto: Laécio Fontenele)

O Governo do Estado está mobilizando a população para a dose de reforço contra a Covid-19. A redução, para quatro meses, do intervalo entre a dose de reforço e a última dose do esquema básico de vacinação contra a Covid-19 foi aprovada na reunião da Comissão Intergestores Bipartite, com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e representantes das secretarias municipais de saúde. A vacinação nos municípios maranhenses depende do calendário divulgado pelas prefeituras.

No Posto de Vacinação do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IEMA) Rio Anil (antigo Cintra), no Anil, o Governo segue vacinando a população com idade acima de 18 anos, inclusive com a 3ª dose da vacina. O Posto de Vacinação do IEMA funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, e aos sábados, das 8h às 12h. Nesta quarta-feira (8), feriado de Nossa Senhora da Conceição, não haverá atendimento.

O intervalo entre as doses passa a ser de quatro meses e a vacina a ser utilizada deve ser, preferencialmente, a Comirnaty do Laboratório Pfizer/Wyeth.

“É muito importante que as pessoas compreendam que tem que completar o esquema vacinal. Quem tomou a primeira dose tem que tomar a segunda e completar o ciclo. E quem já tomou a 2ª pode tomar o reforço da vacina. É muito importante que as pessoas estejam imunizadas”, explicou a coordenadora do Posto de Vacinação do IEMA, Anne Catarine de Moraes Soares.

A professora Roseane Veras Castro, de 39 anos, procurou o posto de vacinação do IEMA para tomar a dose de reforço por incentivo de uma amiga e, principalmente, pela profissão que exerce. “Uma amiga me incentivou a tomar a dose de reforço. Eu lembrei que a minha estava pendente. Já tem 5 meses que eu tomei a vacina. Como sou professora, tenho contato com muitas pessoas. Mais do que nunca é preciso se prevenir. Não pode vacilar não”, comentou a professora.

O professor Cícero Brás Júnior, 58 anos, também aproveitou a oportunidade para tomar a dose de reforço. “Eu vi na televisão que anteciparam a dose de reforço. Me vacinei com a 2ª dose em julho e acho importante o reforço, porque a gente tem que estar sempre se prevenindo. Eu nunca tive Covid. Quanto mais se prevenir, melhor”, disse o professor.

No IEMA também está disponível a vacinação de 1ª e 2ª dose. O auxiliar de depósito Michael Robert dos Santos completou o ciclo de imunização com a 2ª dose. “Eu moro com a minha filha e minha avó. Pela minha proteção e pela proteção da minha família, resolvi vir me vacinar. Havia tomado a 1ª dose em setembro”, disse Michael.

Fonte: Agência de Notícias do Maranhão

- PUBLICIDADE -
Nos siga no Google Notícias

COMENTÁRIOS

- PUBLICIDADE -

Redes Sociais

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -

Continue Lendo

- PUBLICIDADE -
x